Pesquisa personalizada

quinta-feira, 15 de maio de 2008

Will you marry me?

Na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, até que a morte os separe, Amém. Quantas das jovens desse século ainda desejam ouvir isso? As adolescentes ainda sonham com o dia em que irão trocar alianças com o príncipe encantado? Ou no futuro todo mundo só vai “morar junto”, mesmo? Com a banalização do “ficar” e afins, cada vez menos garotas acreditam e desejam relacionamentos sérios. Além disso, com a emancipação feminina, algumas mulheres resolveram que ser independentes, ter carreiras e viajar são prioridades muito mais importantes que o casamento. Ah, por mais careta que isto pareça, eu acredito sim, em alma gêmea e em “felizes para sempre”. Acho mesmo, que depois que você encontra o príncipe encantado (e sim, você encontra), vocês trocam aquele beijinho do amor eterno, moram juntos, têm muitos filhinhos e ficam juntos pra todo o sempre. Não que eu queira ser uma dona-de-casa dependente do marido. Longe disso. Antes de me vestir de branco, ainda vou trabalhar e estudar muito. E me divertir também, que ninguém é de ferro. Meu príncipe? Ele que me espere, o dele ta guardado.

2 comentários:

Paulo Motta disse...

Que texto legal, Gabyh!!!
Vou mostrar isso pra Aninha, po.
Beijo pra tu, parabéns pro casal e por você defender tão bem o que pensas.

.a negra. disse...

Minha conterrânea...
Que bom que pensas assim, pq eu mais do que ninguém acreidto no amor e invisto nisso!

passei anos a fio achando que a vida nunca seria um mar de rosas, até perceber que quem não admirava o mar era EU.
- o amor e o pra sempre sempre será eternos-

Beiju da terra!